Arquivos: Celebrando Restauração

Artigos

ANSIEDADE

 

“Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês” (1Pe 5.7)

“Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: alegrem-se!
Seja a amabilidade de vocês conhecida por todos. Perto está o Senhor.
Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus”.
(Filipenses 4: 4-7)

Hoje trago a você dois textos que falam sobre ansiedade. São dois convites feitos pela palavra de Deus a fim de que você não viva ansioso. A ansiedade afeta milhares de pessoas, a tal ponto que cresce cada vez mais a fabricação de medicamentos para controlá-la. Mas será que isso é possível por meio de medicamentos? Não, um estilo de vida saudável com boa alimentação e exercícios físicos regulares são bons aliados no controle da ansiedade. Contudo, na vida estamos expostos a muitas situações que, mesmo que tenhamos hábitos saudáveis,  nos causam ansiedade. Pode ser uma entrevista de emprego, uma situação econômica desfavorável. Escrevo este esse texto num momento em que nosso país passa por uma grave crise política e econômica. A cada mês cresce o número de desempregados e a inflação sobe constantemente. As pessoas estão inseguras quanto ao futuro.

Deus sabe que na vida você e eu passamos por situações como essas e por isso deixou esses convites para nós. O Senhor não é omisso em relação à nossa real situação de vida, por isso pede que conversemos com ele sobre aquilo que nos deixa ansiosos. A ansiedade não é boa, pois ela nos traz sensações corporais desagradáveis, fazendo com que sintamos aperto no peito e no coração batendo mais rápido. A ansiedade pode até nos deixar doentes.

Destaco aqui uma pequena frase do texto bíblico indicado acima:  “Perto está o Senhor”(v.5). Não estamos sozinhos nas situações que nos causam ansiedade. Deus está perto de nós e quer  ajudar a nos livrar das preocupações que nos atormentam. Ele quer nos levar a tirar os olhos daquilo que nos deixa ansiosos, a fim de colocá-los nele.  É desejo de Deus para nossa vida que nos alegremos nele (v.4) e que sua paz, que vai além de toda compreensão, acalme nosso coração em  Cristo Jesus (v.7). Essa alegria e paz não conseguimos experimentar vivendo ansiosos. – MP

Ao entregar sua ansiedade a Deus, experimente a extraordinária alegria e a paz que vem dele.

(Presente Diário – Ano 6)

Artigos

NOVO CICLO

“Certo é que falei de coisas que eu não entendia, coisas tão maravilhosas que eu não poderia saber.”  (Jó 42.3b  )

O início de uma ano novo nos sugere o começo de um novo ciclo. Parece que as pessoas ficam mais sensíveis, pensam no futuro, fazem planos, traçam metas  para os próximos doze meses. Muitos prometem uma série de coisas, depois esquecem ou não conseguem cumprir  o que prometeram. A cada virada de ano temos a esperança de dias melhores, de alcançar sucesso afetivo, financeiro, acadêmico. Enfim, achamos que estamos no controle da nossa vida e nos damos o direito de projetar o futuro sem consultar as orientações de Deus.

Geralmente não procuramos a vontade divina porque não queremos abrir mão do nosso “eu”. Não queremos correr o risco de “sacrificar” os nossos objetivos.

Mas o que será que Deus espera de mim neste novo ano? Quando mudamos o foco e olhamos para Deus, percebemos que existem muitos desafios que nem sempre estamos dispostos a cumprir. Podemos planejar e estabelecer objetivos, mas não devemos nos esquecer de buscar a orientação de Deus, pois só ele sabe o que é bom ou não. A partir do texto bíblico lido hoje podemos estabelecer duas coisas que Deus espera de nós neste novo ano;

  1. Consagração: quando dedicamos tudo ao Senhor, as chances de sermos bem sucedidos são muito maiores. Nada acontece por acaso na nossa vida, por isso devemos estar sintonizados com Deus para sabermos exatamente qual é a sua vontade.
  2. Ser humildes: quando reconhecemos a nossa condição humana e pecaminosa, temos mais facilidade em deixar que a soberania de Deus apareça, e assim evitamos o mal.

Em todos os momentos da nossa vida precisamos reconhecer que Deus está no controle. Que neste novo ano você possa conhecer Deus de uma forma mais profunda e intensa, que Deus abençoe seus planos e conquistas e que no final deste ano você possa confirmar que conhece Deus não só de ouvir falar, mas de viver experiências pessoais com ele.

FAÇA PLANOS, MAS CONSAGRE-OS A DEUS, POIS SÓ ELE CONHECE O FUTURO.

Fonte: Presente Diário – Ano 06

Noticias

PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS DO CELEBRANDO RESTAURAÇÃO/PALESTRAS PÚBLICAS

Em janeiro, o Celebrando Restauração está preparando uma programação de férias que tem como tema “Começar de novo”. Uma série de palestras trazendo a à luz a importância de perdoar, concluir planos, cultivar relacionamentos e fazer novas escolhas. Todas as segundas de janeiro, das 19h30 às 21h30, para adultos e adolescentes.

 

Noticias

ADEUS 2017! BEM- VINDO 2018

“Dêem graças ao Senhor, por seu amor leal e por suas maravilhas.”
Salmo 107:15

A GRATIDÃO É A NOSSA MAIOR ARMA CONTRA RECAÍDAS!

Imagine se alguém lhe desse uma tigela com areia, com minúsculas partículas de ferro e lhe pedisse para separar o ferro da areia. Você teria duas opções: passar seus dedos pela areia, em busca das partículas de ferro, para encontrar apenas algumas. Ou você poderia passar um imã pela areia e observar como ele atrai inúmeras partículas de ferro.

Como os dedos na areia, o coração insatisfeito encontra poucas misericórdias.
Mas à medida que o coração agradecido vivencia as experiências diárias, ele reconhece as bênçãos incontáveis, da mesma maneira que o imã atrai o ferro.

Dentre todas as escolhas que fazemos durante a nossa vida, poucas nos afetam tanto quanto as escolhas entre a gratidão e a insatisfação. Um olhar honesto em nosso interior revelará quais escolhas temos feito. Se for insatisfação, certamente veremos poucas bênçãos. Se for a gratidão, encontraremos inúmeras bênçãos – pois elas parecem vir ao nosso encontro!

Paulo ensinou que o coração cheio de gratidão tem suas raízes na fé (Colossenses 2:7). Em Filipenses, ele pediu aos cristãos: “Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos” (Filipenses 4:4).

Que escolha você fez? Escolheu a insatisfação ou a gratidão? Quando nos queixamos não vemos as bênçãos, mas a gratidão reconhece as bênçãos em todo o lugar – mesmo em lugares secos e arenosos!

Adaptado do livro Nosso Andar Diário

Janeiro! Férias! NÃO! NÃÃÃÃÃÃO????????!!!!!!!!!

E suas compulsões e maus hábitos não tiram férias! Por isso, o Celebrando Restauração também não. Em Janeiro estaremos com programação normal, todas as segundas-feiras, às 19h30.

Artigos

FELIZ JESUS!

E lhe chamarão Emanuel, que significa “Deus conosco” (Mateus 1.23b)

“Eu não gosto do  Natal” – Espantamos-nos com afirmações assim. Afinal, o Natal é uma época tão especial que soa estranho alguém não gostar. Se a pessoa for cristã, então, ainda mais, pois como não gostar do dia em que Jesus nasceu? Pois é: hoje, dia 25 de dezembro, é o dia em que substituímos “Bom dia!” ou “Até logo” por um sonoro “Feliz Natal”. Muitas vezes, no entanto, apenas queremos dizer:”Bom almoço”, “Tenha um dia feliz em família”, “Tomara que você goste do presente”, “Vai com Deus” ou, talvez, simplesmente “Boas festas”. A expressão “Feliz Natal” esvaziou-se de significado e tornou-se um cumprimento associado a despesas pesadas, pois os preços dos presentes aumentam ano a ano.
Então, dizer que não gosta do Natal é, para muitas pessoas, uma expressão sincera de algo que não lhe cai bem. Estranho?
Estranho mesmo é que, apesar de hoje ser Natal e haver alusões à data por onde se olha, quase nenhuma delas faz referência ao Deus que deixou seu poder e sua força e se reduziu ao tamanho de uma célula na barriga de Maria a fim de nascer chorando como qualquer outra criança que ele mesmo criou. Estranho é um Deus que se identifica com a humanidade a ponto de experimentar tudo o que os seres criados à sua imagem experimentam. Deus estranho: em vez de demonstrações pirotécnicas de autoridade, optou por um nascimento conturbado, em um lugar pobre e inapropriado. É um estranho Deus que se fez humano. Uma estranha e intensa forma de dizer ao mundo “Eu realmente amo vocês”. E, em vez de lançar raios destruidores do céu, ele lança a si mesmo em busca de homens e mulheres, expressando seu amor. Estranho natálicio do menino Deus frágil e dependente de seus pais, como eu e você um dia fomos. Estranho é dizer “Feliz Natal” sem que isso carregue todo este significado.
Quem sabe, ao dizer “Feliz Natal” hoje você diga: “ Feliz Jesus!”. – WMJ.
DEUS VEIO AO NOSSO ENCONTRO – DESSE NATAL EU GOSTO!

Natal é sobre as Boas Novas do amor de Deus. Neste Natal, abra o presente mais importante que você recebeu: Jesus.

Fonte: Presente Diário, Ano 03.

EM JANEIRO… nova série de palestras públicas – COMEÇAR DE NOVO

… …….

 

 

 

 

 

 

 

 

 

…Vou perdoar…
….Vou Até o Fim
… Cultivar Relacionamentos
… Fazer Novas Escolhas

Não fique de fora! Convide alguém!

 

Noticias

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM DEPENDÊNCIA QUÍMICA

INSCRIÇÕES DIRETO COM A EQUIPE DA CRUZ AZUL

INFORMAÇÕES: 85 99778.3051 – NELSON MASSAMBANI OU BEZERRA E GLEICE 85 99745.3924.

FICHA DE INSCRIÇÃO – CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM DQ – FORTALEZA

Noticias

NOSSA SAÚDE MENTAL ESTÁ PÉSSIMA – Por Augusto Cury

Nossa Saúde Mental Está Péssima – Por Augusto Cury

“No mundo todo, e não apenas no Brasil, a saúde mental está péssima. Tomamos o caminho errado. Não sabemos nos interiorizar, filtrar estímulos estressantes, proteger a emoção. Uma em cada duas pessoas desenvolverá um transtorno psiquiátrico. Estamos falando em mais de três bilhões de pessoas. O maior problema encontrado em minha opinião é a síndrome do pensamento acelerado, que tive o privilégio de descobrir e a infelicidade de saber que ela atinge hoje grande parte da população mundial. Pensar com consciência crítica é bom, mas pensar demais é uma bomba contra a qualidade de vida. Gera dores de cabeça, dores musculares, fadiga ao acordar, sofrimento por antecipação, baixo limiar para frustração e esquecimento”.

A Síndrome do Pensamento Acelerado

“Um dos principais sintomas verificados na Síndrome do Pensamento Acelerado é a perda geral da capacidade de pensar, de reter informações e, até mesmo, de elaborar tarefas. A seletividade da memória protege a mente contra o congestionamento de pensamentos, imagens e ideias. Ao fazer uma autoanálise, a maioria das pessoas irá perceber que utiliza excessivamente a memória e, por isso, pensa demais e se desgasta de maneira exagerada, podendo desencadear a síndrome”.  Afirma o psicoterapeuta,  Augusto Cury

Síndrome do Pensamento Acelerado é uma condição moderna que tem origem com o ritmo alucinante das grandes cidades, com overdoses diárias de informações e obrigações que afetam a saúde emocional de uma boa quantidade de gente. Depressão, estresse, síndrome do pânico e nomofobia (medo de ficar sem celular) são outros exemplos de situações que ocorrem com muito mais frequência nas últimas décadas.

Especialistas dizem que a síndrome do pensamento acelerado não é uma doença, mas sim um sintoma vinculado a um quadro de transtorno de ansiedade. As pessoas mais vulneráveis geralmente são aquelas que são avaliadas constantemente por conta das suas obrigações profissionais, não podendo desligar um minuto sequer, caso contrário o trabalho é comprometido. Bons exemplos são executivos, jornalistas, escritores, publicitários, professores e profissionais da saúde.

As possíveis causas são, além dessa ansiedade devido à pressão profissional, o excesso de informações às quais somos submetidos durante o dia, condição considerada normal nos dias de hoje.

Quem lê livros não só é mais inteligente como também é o melhor tipo de pessoa para se apaixonar

Sintomas da síndrome do pensamento acelerado

É comum entre quem tem a síndrome do pensamento acelerado ter a sensação de estar sendo esmagado pela rotina, com aquela impressão de que 24 horas são insuficientes para cumprir tudo o que você tem planejado para o dia. Há o sentimento persistente de apreensão, falta de memória, déficit de atenção, irritabilidade e sono alterado. O humor flutuante é outra característica bem comum.

esgotamento mental da pessoa que não consegue desacelerar o seu pensamento normalmente se converte em cansaço físico também. Isso porque o córtex cerebral, a camada mais evoluída do cérebro, “rouba” energia que deveria ser utilizada em músculos e outros órgãos.

Tecnologia

Um componente que colabora muito para o aumento nos casos de síndrome do pensamento acelerado e para a piora no quadro é a tecnologia. Primeiro, com a popularização da televisão, há décadas, as crianças começaram a ter menos atenção na escola e os educadores mais dificuldade para influenciar o universo psíquico dos jovens.

Depois, vieram os computadores e videogames. Hoje, as redes sociais são um mundo que oferece um excesso de estímulos e informações. Passar uma noite inteira no Facebook significa uma quantidade absurda de textos (lidos e escritos) e imagens passando pelo nosso cérebro em um tempo curto. Além disso, ser usuário de uma rede social colabora para a ansiedade – cria-se o costume de consultá-las o tempo todo para checar se há novas mensagens.

Tratamento

Se você se identifica com tudo o que foi dito acima é provável que tenha a síndrome do pensamento acelerado. Nesse caso, é recomendável buscar a ajuda profissional de um especialista.

7 dicas para viver melhor

  1. Treine sua mente para admirar algo que o dinheiro não compra, como observar seu filho a desenhar ou pintar, abraçar mais, beijar mais, trocar experiências com os filhos, dar carinho a quem se ama.
  2. Tenha mais contato com a natureza. Caminhe ao ar livre, admire as árvores e os animais, aprecie o silêncio e o vento no rosto…
  3. Faça alguma atividade lúdica. Vale praticar um esporte, ler um livro e contar histórias.
  4. Proteja a sua emoção. Não cobre demais os outros (seja marido, sejam filhos ou amigos) nem a si mesma, isso torna a vida angustiante. Não exija demais das pessoas. Ao contrário, elogie mais, aponte as características boas, os pontos fortes de quem está ao seu lado.
  5. Aprenda a relaxar. Pare um momento do dia, esqueça tudo ao redor, respire fundo, solte o corpo e esvazie a mente.
  6. Perdoe o outro e se auto perdoe.
  7. Dê mais risada, não leve a vida tão a ferro e fogo. Sorria!

 

Fonte:http://www.portalraizes.com/sindrome-do-pensamento-acelerado/

Excertos de matérias publicadas nos sites Vivo mais Saudável, Medplan – Extraído Conti Outra página que recomendamos a visita.

Artigos

PRIMAVERA EMOCIONAL


 
          O mês de setembro foi escolhido como o Mês Internacional do Combate ao Suicídio. Mas, uma coisa interessante é este ser o mês que dá início à primavera, no Ocidente.
          Compartilho com você, caro leitor ou leitora, minha reflexão sobre esta antítese entre morte e vida: muitas pessoas não cometem suicídio físico. Mas cometem suicídio emocional!
          A angústia provocada pelo sentimento de vazio interior diante de uma vida que pensam não ter sentido, propósito, esperança, sonhos, somente frustrações, decepções, desilusões; a carência afetiva resultante de sentimentos de rejeição reais ou imaginários, do desamor de quem deveria ser fonte de amor, do abandono emocional por parte de quem deveria acolher; o ressentimento, rancor, ódio e revolta que brotam das mágoas e injustiças sofridas; a autodesvalorização expressa nas dores do sentimento de inferioridade, baixa autoestima, inutilidade, incapacidade; todas essas aflições da alma podem levar a um sofrimento tão intenso a ponto de alguém suicidar-se, não tirando sua própria vida, mas cometendo suicídio emocional.
         O suicídio emocional é a busca pela anestesia, anulação, rejeição das emoções, através do desenvolvimento de vícios, compulsões e maus hábitos de toda sorte, desde o cigarro, drogas, álcool, até o trabalho, sexo, comida, redes sociais. Só para citar alguns dentre dezenas!
        Mas há esperança!
        Assim como a cada ano, após o inverno chega a primavera, podemos deixar florescer uma primavera emocional após um inverno emocional.
        Em todos nós, por mais árida que seja nossa vida, há sementes que nossas lágrimas regam e nossa fé no Poder Superior que tem nome próprio, Jesus, fazem florescer.
“Para uma árvore há esperança; se for cortada, brota de novo e torna a viver. Mesmo que as suas raízes envelheçam, e o seu tronco morra na terra, basta um pouco de água, e ela brota, soltando galhos como uma planta nova.” Jó 14:7-9
                                                                                                                     Síria Giovenardi
 
 
Artigos

O PERIGO DE SILENCIAR SENTIMENTOS

Quantas coisa guardamos diariamente? Escondemos o que sentimos? Enganamos quem está ao nosso redor? O que realmente acontece quando não conseguimos comunicar os sentimentos?

A verdade é que pode-se esconder tudo de todo mundo, mas o corpo sente e reage as agressões que são cometidas contra ele. Sem a fala, o próprio corpo se encarrega de expressar aquilo que não se está dizendo.

Mas porque guardamos tantas emoções?

Desde criança somos ensinados a reprimir sentimentos, basta lembrarmos daquelas famosas frases “segura esse choro”, “que feia essa cara emburrada “, “não tem motivo para ficar triste”.  Quando não aprendemos a expressar as nossas emoções de forma correta e somos reprimidos ao fazer isso, as emoções se tornam confusas para nós. Por esse motivo, muitos não conseguem se quer definir o que é a tristeza, a alegria, a raiva e o medo de forma coerente.

Em nossa família de origem, geralmente alguns sentimentos são mais aceitos do que outros e naturalmente aprendemos a expressar melhor estes do que aqueles. Existem pessoas que conseguem expressar melhor a tristeza e não tem nenhuma habilidade para demonstrar raiva. Outras tem facilidade em demonstrar raiva, mas não conseguem expressar alegria.

Aí que se dá a confusão! Geralmente preferimos expressar os sentimentos que temos mais facilidade, porque é mais confortável para nós. Por exemplo, ao invés de demonstrar raiva, a pessoa chora.  Ao invés de mostrar ansiedade, a pessoa ri. Com o tempo não sabemos nem mais o que realmente sentimos  e apresentamos dificuldades em  discernir os sentimentos,  nos equivocamos na expressão de nossas emoções, gerando uma confusão também para aquele que está interpretando nossos sinais. 

O que acontece com a comunicação dos nossos sentimentos?

  • Não sabemos o que sentimos

A nossa percepção falha das emoções nos impossibilita a comunicação daquilo que queremos expressar, pois não conseguimos entender o que realmente estamos sentindo, logo guardamos os sentimentos pois não sabemos o que comunicar.

  • Não conseguimos nos expressar adequadamente

Entendemos o que sentimos, mas expressamos de forma confusa, uma vez que nem sempre sabemos como falar. Quando expressamos nossos sentimentos de forma inadequadao receptor fica confuso e talvez não leve a sério aquilo que estamos comunicando.Muitas pessoas, então, desistem de falar, por achar que não está adiantando.

O fato é que quanto mais tempo nos calamos ou falamos de forma inadequada, mais doentes ficamos…

Ao silenciar abrimos caminho para que o nosso corpo manifeste o que queremos dizer. Então surgem as famosas doenças psicossomáticas, que nada mais são do que sinais de que algo não está bem.

O ajuste da percepção e da habilidade na comunicação dos sentimentos só acontece quando entramos em contato com a nossa história. O autoconhecimento, nesses casos, é fundamental e a mudança é lenta, mas é possível.

O falar de maneira correta possibilita que coloquemos limites e não sejamos mais machucados por outras pessoas, restaurando assim,  a dignidade, autoestima e controle. A fala nos defende nos momentos em que comunicamos o que está se passando no nosso interior. Além disso, pode propiciar um momento de exposição e argumentação que traz esclarecimentos e ajuda, levando o relacionamento ao nível maior de maturidade.

O melhor que podemos fazer por nós mesmos é trabalhar nossos sentimos, comunicar os nossos pensamos de forma adequada e nos liberar emocionalmente.

Pratique o falar com sabedoria e cuide de você mesmo!

Fonte: https://www.realmentemulher.com.br/single-post/2016/1/19/O-perigo-de-silenciar-sentimentos

Noticias

CONFERÊNCIA CELEBRANDO RESTAURAÇÃO

 

 

A humanidade tem vivenciado tempos difíceis de intolerância, desamor e egoísmo nas relações: seja na família, na sociedade, no trabalho, na escola, nos espaços públicos, e até mesmo no nível pessoal.

A palavra PAZ tem um significado amplo, que quer dizer “estar completo”, “estar bem em todos os sentidos”, “desfrutar de bem-estar”. No sentido mais profundo é Paz com Deus e, em consequência conosco e com os semelhantes.

Tais aspectos têm nos despertado para a importância de refletir, dialogar e vivenciar uma CULTURA DE PAZ, entendendo-a como uma ferramenta para a prevenção e resolução não violenta de conflitos e também de RESTAURAÇÃO.

Disse Jesus: “Deixo a PAZ a vocês; a minha PAZ dou a vocês. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbe o seu coração, nem tenham medo.” (João 14:27)

DATA DE LOCAL

De 12 a 14 de outubro de 2017

Local: Câmara Municipal de Fortaleza
Rua Dr. Thompson Bulcão, 830
(esquina com Av. Rogaciano Leite)
Bairro: Patriolino Ribeiro
VALOR:
1º LOTE
: R$ 50,00 – até 30 de setembro
2º LOTE: R$ 70,00 – a partir do dia 01 de outubro, se houver vagas.

VAGAS LIMITADAS!

Você pode fazer a sua inscrição clicando no link abaixo

http://ibc.org.br/cr/conferencia-celebrando-restauracao/conferencia-2017/