Para Codependentes Familiares de Dependetes Químicos

ESTE  GRUPO DESTINA-SE A FAMILIARES DE PESSOAS DEPENDENTES DE    DROGAS E/OU ÁLCOOL

Pessoas que convivem com dependentes químicos de drogas e/ou álcool, especialmente familiares que vivem em função do dependente, fazendo de tudo para salvar, proteger, minimizar ou esconder sua adicção e facilitar sua vida precisam de apoio. Pensam estar ajudando, mas muitas vezes suas atitudes apenas impedem a verdadeira recuperação do dependente. Familiares e amigos de dependentes químicos podem desenvolver os padrões não saudáveis da codependência.

Identifique se você se precisa de ajuda respondendo ao questionário abaixo.

  • Você se preocupa com a quantidade ou vezes que o outro usa droga ou ingere   bebida?
  • Você tem problemas financeiros por causa da adicção do outro?
  • Você mente para encobrir a adicção do outro?
  • Você acha que se o dependente o amasse, ele deixaria  sua  adicção  para agradá-lo?
  • Você culpa a si mesmo e/ou as amizades do dependente por sua  adicção?
  • Sua vida – planos e afazeres – e as rotinas do dia-a-dia são alteradas e organizadas em função do dependente?
  • Você faz ameaças, como: “Se você não parar de usar droga/beber eu vou  …”?
  • Você procura sinais de ingestão de álcool ou drogas, cheirando seu hálito ou vasculhando seu quarto, objetos e  roupas?
  • Você tem receio de aborrecer o outro com medo de que ele saia para beber/usar drogas? Você fica magoado ou envergonhado pelo comportamento do dependente?
  • Evita comemorar feriados e festas com medo do dependente estragar tudo?
  • Você já pensou em chamar a polícia por medo da violência do  dependente?
  • Você já recusou convites sociais por medo e ansiedade quanto ao comportamento do  outro?
  • Você se sente frustrado, derrotado e desanima- do pelo fracasso das medidas tomadas para evitar que o dependente usasse droga/bebida ou abandonasse a adicção?
  • Você acha que, se o dependente abandonasse a adicção, seus outros problemas seriam resolvi- dos?
  • Você já ameaçou ir embora, sair de casa ou se machucar para amedrontar o  dependente?Você sente raiva, confusão, depressão ou medo  a maior parte do  tempo?
  • Você sente que ninguém entende seus problemas  e dificuldades?            

 (Fonte: al-anon)

Se você respondeu “sim” a 6 ou mais destas perguntas, indica a existência codependência.