Igreja Batista Central de Fortaleza


Amar a Deus, amar uns aos outros e proclamar Jesus


Não dá mais! Estou desistindo | Felipe Sousa

por Administrador

 

lit_02

Não dá mais! Estou desistindo.

E numa tentativa de achar que tudo se soluciona, talvez essa seja uma das frases que praticamente todos os que estão à frente de uma liderança tenham dito ou pensado em dizer, afinal de contas, não é nada fácil permanecer.
Não podemos esquecer de que alguém que está à frente, em uma liderança, antes de qualquer posição em que esteja, é também uma pessoa, que tem suas dificuldades, lutas, problemas pessoais, vontades, e mesmo assim se coloca à disposição em estar à frente.

Engraçado é a forma como muitas vezes são vistos. Como se fossem super pessoas. Talvez por isso fica cada vez mais difícil para muitos continuar, por não serem vistos como “pessoas normais”.
Meu amigo(a), se você alguma vez esteve ou está em uma posição de liderança, sabe do que eu estou falando, e sabe que isso é uma verdade.

Difícil, porque o líder se importa com as pessoas, com a missão que lhe foi concedida, quer dar o máximo de si, e muitas vezes se frustra com si mesmo por não conseguir parar para sentar com todos.

Há alguns pontos que precisamos avaliar, examinar e lembrar  na nossa liderança quando a vontade de desistir vier :

1.Avalie o próprio coração
Avalie se sua vontade de desistir não está associada a problemas não resolvidos e repetitivos, a algum perdão a ser liberado ou a algo que você ouviu e não se sentiu bem. Nem sempre as pessoas estão cientes de que algo que é falado pode machucar, e elas nunca saberão se você não verbalizar a dor e se dispor a tratar.

2. Avalie sua saúde
Você é ser humano e todo ser humano precisa descansar, precisa de um momento a sós, precisa cuidar do corpo, pois até mesmo falta de nutrientes pode causar depressão. O próprio Jesus deixou um grande exemplo nos momentos que ele se retirava para estar sozinho. Tire Férias, desligue o celular mais cedo, aproveite momentos que você já não aproveita há muito tempo, pois exercícios como esses podem ser o que você precisa para aliviar a tensão da vida pessoal e liderança.

3. Examine seu relacionamento com Deus
A correria e o “título” de líder não significa já estar ligado com Deus a ponto de não precisar ter um relacionamento pessoal com Ele através do “a sós com Deus”.  Se isso não for cultivado sempre, chegará um momento que não fará sentido visionar pessoas numa missão sem ter contato com o dono da missão, que é Jesus. Ter um momento com Ele é essencial e o mínimo que um líder precisa: relacionamento com Jesus.

4. Lembre-se do privilégio
Já parou para pensar que somos anunciadores da maior mensagem que transforma e restaura vidas? Precisamos estar sempre lembrando da missão a qual Jesus nos confiou.
Porquê aguentamos o que aguentamos sendo líderes? Aguentamos porque nosso maior exemplo aguentou! Aguentamos porque Ele diz que devemos nos alegrar e nos regozijar .

“Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a recompensa de vocês nos céus, pois da mesma forma perseguiram os profetas que viveram antes de vocês”. Mt 5:12

“Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito;” 1 pe 3:18

Só faz sentido aguentar o que aguentamos quando olhamos para Jesus.

E por último, tenha pessoas ao seu lado. Não caminhe sozinho.
É extremamente importante ter outros líderes caminhando com você, líderes que te motivam e te encorajam a continuar e a permanecer. Afinal, já é difícil manter-se de pé, e ainda tentar carregar tudo sozinho?  Não vale a pena e  nem é bíblico. O amor de Jesus se manifesta quando se tem outras pessoas caminhando por perto, pessoas com as quais você se sente à vontade para partilhar, para dizer quando não está bem e também para ouvir aqueles que te ouvem. A cultura da prestação de contas, ou seja, alguém que você pode abrir sobre como está sua vida e os desafios da sua liderança é essencial.

Por isso, se você está pensando: Não dá mais! Estou desistindo.
Peço que repense e lembre-se que Jesus disse aos seus:
“E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”. Mateus 28:20

 

Fellipe Sousa