SEJA UM PACIFICADOR

Nestes dias, nos encontros de CR, estamos estudando os Passos 8 e 9 que falam da importância para nosso pleno processo de restauração de fazermos reparações.

Muitas reparações seriam evitadas, se deixássemos de ser briguentos e irados nas nossas reações, agressivos em atos e palavras, arrogantes e orgulhosos por demais para assumirmos a responsabilidade por nossos erros, donos da verdade e críticos, nos achando melhor do que os outros, intolerantes e impacientes com as diferenças de jeito de ser, dentre as inúmeras atitudes decorrentes de nossas falhas de caráter.

Nos Passos 6 e 7 devemos pedir a Deus que remova essas falhas de caráter e nos torne pacificadores para sermos agentes de paz e para que nossos relacionamentos não sejam mais quebrados pelo desamor e desrespeito.

“Bem aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus…” (Mateus 5:9)

Como podemos promover, manter e modelar a paz entre as pessoas?

1. ANDAR HUMILDEMENTE – Jesus deu o exemplo quando se dispôs a entrar na história numa condição humilde. (Lucas 2:12-14). Não existe paz sem que alguém abra mão do seu direito. Paz não combina com altivez, soberba ou orgulho.

2. ASSUMIR SUA PARTE (1% é 100%) – Toda ofensa e toda maldade é primeiramente contra Deus e somente depois contra outra pessoa. (Romanos 12:17-21). No processo de paz, precisamos fazer a nossa parte, mesmo que o outro não coopere.

3. ACOLHER SEM JULGAR – Paz não combina com espírito crítico e intolerante. (Romanos 14:1-21)

4. CONFIAR NA BOA INTENÇÃO – O vínculo da paz exige confiança na motivação do outro e no fato de que Deus está trabalhando na vida de todos nós. (Efésios 4:1-3)

5. CELEBRAR AS DIFERENÇAS – Deus sabe do que e de quem precisamos em nosso caminho. Ele direciona pessoas com características boas e ruins para o nosso aperfeiçoamento. (I Coríntios 12:20-25)

6. FALAR A VERDADE EM AMOR – Nosso compromisso deve ser com a verdade e o amor. (Efésios 4:15-26)

7. RESOLVER O CONFLITO O QUANTO ANTES – Os piores conflitos são os que adiamos, por isto precisamos ser proativos e resolver logo, não deixando o tempo passar. (Efésios 4:26,27).

8. PRATICAR OS PASSO 10 e 11, ORANDO DIARIAMENTE POR SABEDORIA E PAZ – Alguns conflitos só podem ser resolvidos pela oração. Ela ajuda a clarear as ideias, acalmar os ânimos e buscar sabedoria. (Filipenses 4:4-7)

9. AGRADECER E LOUVAR A DEUS CONSTANTEMENTE – Se estamos focados em Jesus, mais plenos de misericórida e próximos uns dos outros estaremos. (Colossenses 3:15)

10. SEGUIR E SER EXEMPLO DE PAZ – Precisamos abandonar a argumentação tola e o desejo de “vencer”. O diabo é o único que lucra quando a paz é quebrada. (2 Timóteo 2:22)

(Fonte – IBC – Igreja Batista Central)

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *