PASSO 1: PASSO DA REALIDADE

O Passo 1 nos impulsiona a sair da negação e admitir a realidade sobre nós mesmos.

A mentira nos leva ao desastre quando mentimos para nós mesmos.
Quando nos recusamos a admitir nossa impotência diante de nossos vícios e compulsões, somente enganamos a nós mesmos. As mentiras que contamos pra nós e para outros são conhecidas: “Posso parar quando quiser, “Esta é a única, depois eu paro” e cada vez nos levam mais próximo ao desastre.
Ao aprendermos a reconhecer diariamente nossa impotência frente a nossas tendências adictivas/compulsivas, ficaremos mais atentos a comportamentos que, possivelmente, nos conduzirão à destruição.
Para sair da negação é preciso ter humildade
Pode ser muito humilhante admitir nossa impotência. Podemos ser fortes em algumas áreas de nossa vida, mas perder o controle sobre comportamentos adictivos/compulsivos. Se nos recusamos a admitir nossa impotência, podemos perder tudo. Essa parte impossível de ser controlada em nossa vida pode infestar e destruir tudo mais.
Nossos vícios e adicções são tão ameaçadores como uma doença contagiosa. Elas nos separam lentamente de nossa família e encaminham à destruição tudo que nos é importante. Não há cura instantânea ou fácil. A única resposta consiste em admitir nossa impotência, humilhar-nos e submeter-nos ao processo que poderá nos recuperar.
A verdade torna a mudança possível
Há momentos importantes na vida que podem mudar o nosso destino. Com frequência, são momentos em que nos sentimos confrontados com a nossa impotência diante dos acontecimentos da nossa vida. Esses momentos podem nos destruir ou arrumar para sempre a nossa vida numa direção melhor.
Podemos viver uma vida de verdade, com as suas lutas diárias, com um corpo humano assediado por fraquezas e, ainda, encontrar o poder do alto para seguir adiante sem estar angustiados nem desesperados.

Adaptado da Bíblia Despertar

 

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas para PASSO 1: PASSO DA REALIDADE

  1. Elizabeth de Vasconcelos disse:

    Boa tarde! Estou muito feliz em está participando do Celebrando Restauração, pois minha expectativa são as melhores possíveis. Inicialmente, quero reconhecer publicamente a minha incapacidade de transformar as minhas vontades, mas sei que, é muito difícil deixar as coisas do mundo, então é por isso que estou aqui, entregando-me as boas transformações que “Jesus Cristo” tem reservado para minha vida. Amém!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *