TABAGISMO

TRANSFORMANDO A VIDA EM FUMAÇA
Para cada cigarro fumado, a pessoa perde sete dias dos anos de vida que viveria

O tabagismo é uma das maiores causas de mortes por doenças cardiorrespiratórias e por câncer nos órgãos relacionados com o hábito de fumar (pulmão, boca, laringe).
Fumar é uma forma de suicídio a longo  prazo, pois são inúmeras as doenças fatais provocadas pelo cigarro:

  • Nos EUA, morrem 80 mil fumantes por ano por  doenças relacionadas ao tabagismo
  • No Brasil o número de mortes chega a 200 mil por ano – 10 pessoas por hora.
  • Segundo a Organização Mundial de Saúde, o fumo é responsável por 50 doenças diferentes: câncer de pulmão (90%), enfisema pulmonar (85%), infarto do miocárdio (45%), bronquite crônica e derrame cerebral (40%), outros tipos de câncer (boca, garganta, esôfago – 30%).
  • Fumar durante a gravidez prejudica a saúde da mãe e do filho. Quando a gestante fuma, o feto também fuma. Aumentam os riscos de aborto e há maior chance da criança ter baixo peso, menor tamanho, defeitos congênitos e déficit intelectual.
  • Os filhos de fumantes adoecem duas vezes mais do que os filhos de não fumantes.
  • Os danos causados pelo cigarro atingem os não fumantes; a fumaça do cigarro contém grande concentração de substâncias tóxicas que são inaladas pelos não fumantes.
  • Durante o consumo de cigarros, o indivíduo introduz no organismo mais de 4700 substâncias tóxicas, incluindo nicotina, monóxido de carbono (o mesmo gás venenoso que sai do escapamento de automóveis), alcatrão, agrotóxicos e substâncias radioativas que causam câncer, como arsênio, níquel, benzopireno, cádmio, resíduos de DDT e até substâncias radioativas, como o polônio 210 o carbono 14.
  • A nicotina causa dependência da mesma forma que a cocaína, a heroína e o álcool. Para 70% dos fumantes, largar vício é tarefa quase impossível, conclui pesquisa americana.
  • Os fumantes adoecem duas vezes mais do que os não fumantes. Tem menor resistência física, pior desempenho na vida sexual, envelhecem mais rapidamente, dentes amarelados, pele enrugada e impregnada pelo odor do fumo.
  • Para cada cigarro fmado, o fumante diminui 7 dias de vida
  • Para cada 300 cigarros produzidos uma árvore é queimada. O fumante de um maço de cigarros por dia, sacrifica uma árvore a cada 15 dias.
  • Filtros de cigarros atirado em lagos, rios, mares, florestas e jardins, demoram 100 anos para se degradarem.
  • Cerca de 25% de todos os incêndios são provocados por pontas de cigarros acesas.

ALGUMAS DICAS PARA EVITAR OS GATILHOS

  • Buscar tratamento médico, pois kA existem uma série de recursos auxiliares no combate à dependência de cigarro como gomas de mascar, adesivos, etc.
  • Buscar ajuda psicoterápica para tratamento de possíveis causas emocionais que estão influenciando no uso do cigarro como forma de alívio da ansiedade provocada por conflitos emocionais internos não expressos e resolvidos.
  • Frequentar as reuniões de grupos de apoio de 12 passos como os Fumantes Anônimos e o Celebrando Restauração
  • Reconhecer quais situações você considera estressantes, e assim pensar em outras formas de reduzir a essa tensão.
  • Frequentar lugares onde é proibido fumar
  • Evitar os amigos fumantes
  • Não tomar café ou beber
  • Aliviar a ansiedade com atividades físicas

Para saber mais sobre este assunto, assista palestra aberta ao público nesta sexta, 25, às 19:30, no Celebrando Restauração.

End.:Anfiteatro do Col. Kerigma, na R. Oswaldo Cruz, 3401, esquina com Tibúrcio Frota, Dionísio Torres.

 

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *