VENCENDO OS MAUS HÁBITOS

 imagesUm amigo e eu fizemos uma experiência. Primeiro, eu cortei um fio de linha e amarrei as extremidades para fazer um laço.

Logo em seguida, meu amigo ergueu os seus dedos indicadores. Eu coloquei o fio sobre eles, quando ele os puxou para os lados o fio rompeu-se com facilidade.

Depois, amarramos dois fios juntos que também se romperam, com mais esforço. Entretanto, três fios amarrados juntos não podiam ser rompidos, sem que cortassem a pele.

Maus hábitos são assim. Diz-se: “Hábitos que começam sutilmente transformam-se em amarras.” Se repetidos, tornam-se mais difíceis de serem quebrados. O mesmo princípio se aplica ao álcool, ao abuso de drogas, internet, comida, compras, jogo e até mesmo a atitudes e emoções como mentira, preocupação e raiva.

O nosso Poder Superior Jesus não só perdoa nossos erros quando os confessamos no Passo 5, mas também quebra o domínio dos maus hábitos sobre nós, quando lhe pedimos por libertação. Mas Ele também pede algo a nós – a disposição de formar novos hábitos, com a Sua ajuda.

E, a nossa resposta a esse pedido é simples – dar os Passos 6 e 7. Então, Deus nos ajudará a desenvolver atitudes, ações e reações piedosas na vida.

Adaptado do livro Nosso Andar Diário

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *