O DESEQUILÍBRIO DO TER E DO CONTENTAMENTO

7 PECADOS

Adquirimos coisas por várias razões. Mas nem sempre a simples necessidade legítima de algo é a motivação.ontentamento são dois aspectos de nossas vidas que podem estar em desequilíbrio gerando em nós duas falhas de caráter  a ganância e a inveja  que, além de comprometer nossos relacionamentos, também podem ser as raízes de duas compulsões que andam de mãos dadas: as compulsões por compras e dividas.
INVEJA

Comprar algo por impulso… Independentemente da sua utilidade ou significado… Com base no simples desejo de sentir-se melhor consigo mesmo… Aliviar ansiedade e desconforto emocional… Fora da nossa capacidade de pagar… pode se tornar um vício, uma doença de difícil controle, conhecida como COMPULSÃO POR COMPRAS.
O vício de comprar segue o padrão de toda compulsão: aliviar a ansiedade e obter prazer. Os compradores compulsivos tem o consumo como vício, assim como um alcoólatra necessita da bebida.
Quando a pessoa se sente carente, ansiosa, deprimida esbanja dinheiro em algo que não pode pagar. Gasta compulsivamente, contrai dívidas, sente-se culpada, promete que nunca mais fará isto de novo, e apenas repete o mesmo ciclo na próxima vez que o sentimento de “não ser suficiente” aflorar. Começa, então, a viver uma roda viva: entra no cheque especial, faz empréstimos, pede emprestado, deixa de pagar cronicamente contas e compromissos, acumula credores e por aí vai, até afundar em dívidas, se tornar insolvente, muitas vezes arrastando junto a família.

Se você de identifica com este padrão de comportamento, é bom refletir na sabedoria milenar encontrada em Provérbios 17:16: De que serve o dinheiro na mão do tolo, já que ele não quer obter sabedoria?
E na partilha do apóstolo Paulo: Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação, seja bem alimentado, seja com fome, tendo muito, ou passando necessidade. Filipenses 4:12
Principais sinais indicativos de compulsão por compras

  • Gastos além do seu orçamento.
  •  Ter muitas coisas (roupas, acessórios, sapatos, livros, etc) nunca usados.
  •  Depois de um dia de compras, descobrir que não gostou de nada do que comprou e guardar tudo, no fundo armário.
  •  Sair de casa decidido a não gastar e retornar tendo gasto muito mais do que que podia e devia.
  •  Sentir-se nervoso por qualquer assunto e logo pensar em ir às compras para se distrair e compensar.

Principais sinais de compulsão por dívidas:

  •  Falta de planejamento e controle financeiro.
  •  Tomar emprestado frequentemente livros, canetas, ou pequenas quantias de dinheiro, e não devolver.
  •  Pouco ou nenhum hábito de economizar.
  •  Comprar de forma compulsiva ale da capacidade de pagar.
  •  Dificuldade para quitar despesas básicas e obrigações pessoais ou falta de responsabilidade em fazê-lo.
  •  Viver num caos financeiro (cartões cancelados, cheques devolvidos, cartas de cobrança, etc).
  •  Não atender suas necessidades básicas a fim de pagar os credores.
  •  Sentimento de que sempre haverá alguém a quem se pode recorrer.

Para saber mais sobre o assunto,  às 19:30 nos dias :
29 de junho – na Rua do Cruzeiro, 401
03 de julho no Colégio Kerigma, Rua Professor Francisco Gonçalves, 225 – Dionísio Torres

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *