SINAIS DE QUE SEU PERFECCIONISMO SAIU DO CONTROLE

BB8148-004O perfeccionismo deveria ser encarado como uma busca constante por melhorias e aperfeiçoamento. Vivenciado de forma equilibrada, é uma característica que pode nos levar à excelência, a fazer algo melhor para nós mesmos e para os outros.
O problema é que muitas pessoas estabelecem para si níveis de exigência e perfeição inatingíveis, cuja procura só provoca desconforto, ansiedade e sofrimento.
Veja a seguir, dez exemplos de que o seu perfeccionismo saiu do controle:

  1. NUNCA CUMPRIR PRAZOS. Uma das características mais comuns dos perfeccionistas é a mania de procrastinar.
  2. NÃO SE CONTENTAR COM RESULTADOS QUE SERIAM ÓTIMOS PARA OS OUTROS. Ficar remoendo aquilo que poderia ter feito melhor, em vez de valorizar a conquista alcançada, colocando em xeque a própria capacidade. O erro é visto como uma falha interna, não como uma ação ou comportamento que poderia ser modificado.
  3. CULPA, ANSIEDADE E FRUSTRAÇÃO CONSTANTES. O perfeccionista é alguém que não se sentiu aceito/amado por alguém que muito amou ou ama. Isso gera a necessidade de estar sempre se testando e se provando para o mundo, buscando uma eterna aprovação.
  4. ATORMENTAR OS OUTROS COM SEU ALTO NÍVEL DE EXIGÊNCIA. O perfeccionista tende a sufocar os demais com demandas que só fazem sentido para ele mesmo.
  5. NÃO ELOGIAR NEM RECONHECER O VALOR ALHEIO. Se elogio o outro, reconheço que existem outros modelos de pensamento. Isso coloca em dúvida a minha busca pela perfeição porque, intimamente, só posso admitir a existência de um único modelo: o meu.
  6. TER CONFLITOS COM O PARCEIRO POR COISAS MÍNIMAS DO DIA A DIA. O perfeccionista quer que as coisas sejam organizadas sempre do seu modo. O que exige de si mesmo, acaba exigindo do outro e a vida a dois se transforma em um inferno. Críticas em excesso envenenam qualquer relação.
  7. TENTAR MOLDAR OS FILHOS DE ACORDO COM SEUS PADRÕES RÍGIDOS. Pais perfeccionistas serem duros ou rígidos com seus filhos, embora não o façam por mal, acreditando que as críticas são sinal de amor e de cuidados essenciais, um modo de evitar que cometam erros que possam prejudicá-los. Mas isso, frequentemente, leva o filho a se distanciar, com medo dos erros e da falta de aprovação. Base perfeita para uma nova geração de perfeccionistas.
  8. VIVER DOENTE E NUNCA RELAXAR. Uma rotina dominada por normas, organização e detalhes pode causar uma ansiedade profunda e intensa. “Como os perfeccionistas não aceitam o fracasso evitam correr quaisquer tipos de risco, mesmo os necessários, e, assim, reforçam seus medos e reduzem as chances de sucesso. Estão sempre sob pressão. A falta do relaxamento os torna mais rígidos e os afastam das pessoas”. (Leonard F. Verea, psiquiatra).
  9. DEIXAR A CRIATIVIDADE DE LADO. Muitos perfeccionistas pecam pela originalidade e qualidade de ideias, pois empregam muita energia em desempenhar os processos e cumprir normas de maneira irrepreensível.

Se você se identificou, leia o artigo completo e dicas de como aliviar seu perfeccionismo no site: http://mulher.uol.com.br/comportamento/album/2014/05/16/dez-sinais-indicam-que-o-seu-perfeccionismo-saiu-do-controle.htm#fotoNav=1

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *