INVENTÁRIO MORAL E RESPONSABILIDADE PESSOAL

Como pode ser fácil justificar nossos próprios comportamentos inaceitáveis! Talvez nos desculpemos, alegando que fomos provocados ou que não tivemos alternativa. Ou descartamos as nossas ações dizendo a nós mesmos que todos fazem a mesma coisa. Com estas e outras justificativas, fingimos que nossos erros não têm importância.

Essa atitude de negação deve ser vencida no Passo Quatro. 

Neste Passo somos desafiados a fazer um minucioso e destemido inventário moral de nós mesmos. É destemido por causa da forte base espiritual que estabelecemos ao praticar os três primeiros Passos. É moral, porque fazemos uma lista daquilo que  foi certo ou errado na nossa conduta. E é minucioso, para não deixar nada para trás.

O único modo de dar este Passo de forma completa e minuciosa é resistirmos ao desejo de justificar e de desculpar aquilo que encobrimos. Pode exigir coragem e autodisciplina, mas somente reconhecendo prontamente quem temos sido e assumindo a responsabilidade pessoal por nossos erros, é que podemos fazer mudanças positivas em relação ao que estamos nos tornando.

Quem tenta esconder os seus pecados não terá sucesso na vida, mas Deus tem misericórdia de quem confessa os seus pecados e os abandona.” (Provérbios 28:13)

 

Síria Giovenardi|Psicóloga

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta para INVENTÁRIO MORAL E RESPONSABILIDADE PESSOAL

  1. wallace silva disse:

    Adorei, muito bom meus parabéns.
    Tudo Para o Seu Casamento Árabe, São Paulo – SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *