NADA DE CAMINHAR SÓ! | Por Aline Xavier

É certo que a solitude deve ser uma prática em nossas vidas, pois ao contrário da solidão, com a tendência ao isolamento, tristeza, ansiedade; momentos de solitude indicam o pleno contado consigo mesmo. E estar consigo significa estar em contato permanente com sua essência, é gostar de você, é cuidar de você, e todos esses fatores fazem com que suas relações com o próximo também sejam cada vez melhores e saudáveis. 

É fato que não há a necessidade de estar sempre em companhia de outras pessoas e não existe solidão por isso, mas temos de valorizar a companhia das pessoas, entendendo que somos seres relacionais, sociáveis e a comunhão é um momento de edificação para nossas vidas e das demais pessoas com as quais convivemos. 

A célebre escritora Clarice Lispector disse a seguinte frase: “Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado, com certeza vai mais longe”.

Ela foi totalmente assertiva nessa máxima, pois com a ajuda do outro ou do grupo, a gente se fortalece, cria vínculos, faz partilhas, e cresce com a experiência de quem está passando, ou já passou algo igual ou parecido com o que estamos enfrentando. Isso é vital, pois percebemos que não estamos sozinhos!

Salomão escreveu em Eclesiastes 4:9 – “Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho.” 

Não consigo interpretar esse versículo somente como para casais, mas na perspectiva de quaisquer relacionamentos, seja no amor, ou na amizade.

Deus nos criou para nos relacionarmos, afinal todos temos sonhos, objetivos e vontades. E em alguns momentos, é preciso fazer com que as pessoas ao seu redor sonhem junto com você. É daí que nasce a necessidade de nos comunicarmos, potencializando o interesse do próximo em direção a um objetivo comum, novas experiências, desafios, sabendo que juntos nos tornamos mais fortes e mais motivados a superar a autossabotagem, o desânimo e outras dificuldades que surgem no meio do caminho.

Você só precisa ficar atento a quem se juntar, pois infelizmente existem pessoas tóxicas, com quem não vale a pena compartilhar. Fuja!

Aproxime-se de quem lhe aproxima de Deus, das coisas saudáveis, daquilo que pode lhe erguer. E seja assim também, pois a via é de mão dupla e nós atraímos exatamente aquilo que somos e o que plantamos!

Receba e doe ocitocina!

Por Aline Xavier

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *