Geração Futuro


A Igreja de Casa em Casa

O Pequeno Grupo (PG) é uma expressão da Igreja de Jesus onde os que participam cuidam uns dos outros. O A2 é a rede Pequenos Grupos de casais da Igreja Batista Central de Fortaleza.

A música na infância

A música é uma das minhas paixões! Gosto muito de cantar, compor e ouvir boas canções, tocar instrumentos musicais e conversar sobre esse assunto! Vejo como um universo fascinante por se tratar de uma linguagem artística que alcança todas as pessoas.

A música está presente em minha vida há muito tempo! Desde a infância quando ouvia meus pais cantando no dia a dia. Lembro-me de quando eu, minha irmã e meus pais uníamos nossas vozes num “quarteto familiar”. Realmente criei um vínculo muito forte com essa arte desde cedo!

A música exerce uma influência tremenda na vida de todos nós. Não precisamos ter a voz super afinada, muito menos sabermos tocar algum instrumento. Basta sermos bons apreciadores para termos uma interação musical. E não há limite geográfico ou temporal que interfira no impacto da musicalidade na história da humana.

Um exemplo clássico é do salmista Davi que nos deixou tantos registros de ocasiões em que a música era o principal meio de expressão dos seus sentimentos e convicções.

Tratando-se da infância, não resta dúvida da tamanha importância de entendermos o valor que há no uso da ferramenta musical no processo do desenvolvimento infantil.

Segundo Leila Uchoa (responsável pela musicalização infantil na Igreja Batista Central de Fortaleza): “a música, quando percebida apenas como uma forma de entreter as crianças, pouco tem a acrescentar na formação humana, mas quando utilizada em sua maneira mais completa, além de estimular o desenvolvimento cognitivo, psicomotor e sócio-afetivo da criança, possibilita o aprendizado de valores importantes que a acompanharão por toda a sua vida. Cantar a Palavra de Deus na infância é uma forma de mostrar o bom caminho em que elas devem andar, possibilitando uma longa caminhada com o Senhor”.

E Leila acrescenta: “durante o período infantil, o cérebro humano é mais maleável e o aprendizado é mais eficaz do que em qualquer outra fase da vida. Dessa forma, é necessário que as crianças sejam estimuladas com boa qualidade desde cedo”.

Quando olho para meus filhos, é fácil perceber a importância da música nas diversas fases de suas vidas. O mais novo (Israel), apesar de ter apenas 10 meses, já está andando e começa a mexer o corpo sempre que ouve uma música. A nossa filha (Larissa), aos 3 anos, já canta um repertório bem selecionado com músicas que eu e Elissa (minha esposa) temos lhe ensinado.

Tudo aquilo que as crianças ouvem e cantam terá forte impacto em seu desenvolvimento! Canções com conteúdo saudável ajudarão no processo de absorção de valores eternos em suas vidas!