REPARAÇÃO – DAR E PEDIR PERDÃO | POR SÍRIA GIOVENARDI

O tempo, a umidade, o mofo, o cupim, incêndios, exposição excessiva à luz do sol, descaso, acidentes, são fatores que podem danificar seriamente uma obra de arte valiosa. Se isto acontecer, para que continue a ser apreciada, ela terá que ser restaurada, “repararada”.

E certamente, por mais que a restauração seja bem feita, o aspecto original nunca será 100% recuperado; a tonalidade da tinta não ficará exatamente como o pintor imaginou e aplicou sobre a tela, um dia.  Às vezes, as marcas de um reparo se tornam, até sinais de amor, como a costura grossa feita à mão pela sua mãe para reparar seu ursinho de pelúcia predileto.  O fato é que num mundo falho, habitado por pessoas falhas, coisas quebram, relacionamentos quebram, confianças quebram, sonhos quebram… e quebram… e quebram.  Eu já fui vítima, e você também.  E aí?  Fazer o quê?  Chorar o leite derramado?  Cauterizar nossos corações?  Esconder nossas dores?  Defender nossos interesses? 

Está na hora de assumirmos uma nova postura, um novo andar.  Está na hora de sermos agentes de “REPARAÇÃO”, onde antes fomos agentes de destruição.  Está na hora de perdoar e pedir perdão, de assumir e não fugir, de fazer o possível em vez de lamentar o impossível.  Hoje queremos aprender sobre “REPARAÇÃO” a partir do Passo 8 que diz:

FIZEMOS UMA RELAÇÃO DE TODAS AS PESSOAS A QUEM PREJUDICAMOS E DISPUSEMO-NOS A FAZER REPARAÇÕES A TODAS ELAS.

Você tem coragem de voltar no tempo e assumir os seus erros?  Você diz, “Mas já está enterrado, por que levantar de novo?”  Se está enterrado, porque ainda fede?  Não. Não foi enterrado, com a devida cerimônia e condições corretas, só foi abandonado pelos caminhos da vida para continuar fedendo e atrapalhando sua caminhada.  Volte lá, e dê um enterro digno.

PARA PENSAR …

Fazer reparações é o princípio do fim de seu isolamento de Deus e dos outros. Você precisa novamente enfrentar suas mágoas, os ressentimentos e as ofensas causadas por outras pessoas ou que você mesmo causou aos outros.
Guardar seus ressentimentos não só bloqueia sua recuperação, como também o perdão de Deus para sua vida.

Por Síria Giovenardi

Publicado em Artigos | Deixe um comentário

PASSO 10 – CONTINUAMOS A FAZER O INVENTÁRIO PESSOAL E, QUANDO ESTÁVAMOS ERRADOS, NÓS O ADMITÍAMOS PRONTAMENTE.

A verdadeira restauração nos faz desejar crescer diariamente em nosso relacionamento com nosso Poder Superior Jesus Cristo.

Quantas vezes você se olha no espelho durante o dia? E ao se olhar, percebendo que seu rosto está sujo, não o limpa imediatamente? Da mesma forma, precisamos constantemente nos olhar no nosso “espelho espiritual”: a Palavra de Deus, a Bíblia. Então, se houver algo de errado, podemos logo corrigir.

O profeta Tiago usa uma ilustração semelhante para nos mostrar que Deus deve ser como um espelho espiritual na nossa vida, quando diz:

Não se enganem; não sejam apenas ouvintes dessa mensagem, mas a ponham em prática. Porque aquele que ouve a mensagem e não a põe em prática é como uma pessoa que olha no espelho e se vê como é. Dá uma olhada, depois vai embora e logo esquece da sua aparência. O evangelho é a lei perfeita que dá liberdade às pessoas. Se alguém examina bem esta lei e não a esquece, mas a põe em prática, Deus vai abençoar tudo o que essa pessoa fizer.” Tiago 1:22-25

Então, é sábio fazer regularmente um inventário pessoal, para não deixarmos que nossas falhas se acumulem, comprometendo a restauração já conquistada. Assim, como seria uma tolice passar o dia sabendo que nosso rosto está sujo, não é lógico saber que temos um problema que pode nos levar a uma recaída, e não corrigi-lo imediatamente, confessando a Deus e fazendo as devidas reparações.

Até, podemos nos sentir envergonhados pelas vezes que tivemos que corrigir os mesmos erros que, obstinadamente, se negam a desaparecer. Mas, “se dissermos que não temos pecados, estamos nos enganando, e não há verdade em nós. Mas, se confessarmos os nossos pecados a Deus , Ele cumprirá a Sua promessa e nos limpará de toda a maldade.” 1 João 1:8-10

Cada vez que confessamos um pecado, o Senhor o limpa. A nossa vida é como uma lousa da qual se apagou tudo o que estava escrito nela. Os nossos pecados não ficam gravados em nenhum tipo de “lista celestial”.

Mesmo que cometamos os mesmos erros sempre de novo, Deus continua nos perdoando se estivermos verdadeiramente arrependidos.

Alguns aspectos de nossa vida necessitam mais limpeza do que outros. E Deus não se zanga quando retornamos a Ele reiterada vezes. Não é necessário que nos sintamos incomodados. Deus quer que nos aproximemos dEle cada vez que pequemos.

Fonte: Bíblia de Estudo Despertar

Algumas perguntas para seu Inventário Diário

  • Submeti minha vida hoje ao meu Poder Superior Jesus, buscando fazer a sua vontade, confiando que Ele é um Deus amoroso e cuidadoso?
  •  Quais os sentimentos que tive hoje?
  • Como demonstrei meu amor pelas outras pessoas?
  •  Houve algum conflito em meus  relacionamentos hoje? Quais? Qual foi a minha parcela? Devo reparações a alguém?
  •  Agi de maneira desagradável com alguém? Fui ressentido, egoísta, desonesto, medroso?
  •  Como estava a minha serenidade? Alguma coisa aconteceu para que a perdesse?
  •  Percebi alguns “velhos padrões” em minha vida hoje? Quais? Em que preciso mudar?
  •  Estou me preocupando com o ontem ou o amanhã?
  •  O que fiz hoje que não gostaria de ter feito?
  •  Fui bom para mim hoje? Fiquei limpo? Estou levando a vida com leveza?
  • Pelo que posso ser grato hoje

SÓ POR HOJE … eu estarei atento para as mudanças que ainda preciso fazer em minha vida para continuar crescendo.

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

NO MEIO DO CAOS,NASCE A ESPERANÇA! |POR ALINE XAVIER

No momento da tempestade, no olho do furacão, só enxergamos o caos e nada mais. É como o efeito dominó, basta uma peça cair, que todas caem em seguida e tudo fica confuso, bagunçado, obscuro, sem perspectiva de como será superar o cenário pós-guerra.

Exatamente o que o mundo enfrenta atualmente com a pandemia do Covid-19. A cada dia a sensação é de que estamos a caminho do penhasco, em razão do impacto que essa tribulação vem causando a humanidade, na saúde pública e na economia.
As autoridades têm se movido incessantemente para tentar conter o avanço do vírus letal, mas ele ainda está em vantagem, fazendo cada vez mais vítimas. Mediante esse panorama a medida mais eficaz para conter a contaminação em massa e superlotar os hospitais, que não têm estrutura suficiente para atender um número elevado de pacientes, é o isolamento social. É senso comum entre todas as autoridades mundiais, que o fato de não transitarmos, evitando aglomerações, os índices de propagação da doença tendem ser amenos.

E diante desse fato, observamos que além de permitir um contato maior com a família, a desaceleração da rotina, a oportunidade de aprender com essa experiência, têm causado “frisson” nas pessoas. Algumas estão sofrendo, porque estão tão acostumadas à rotina frenética de trabalho, deixar o filho na escola, reuniões intermináveis e sem soluções, transito desordenado, que o fato de “parar” ou de mudar os hábitos, gera ansiedade, reclamação, depressão, dor, mal-estar, deixando de lado lições preciosas que estão sendo apresentadas, para que propicie crescimento e fortalecimento de laços, outrora perdidos.
É fundamental que nesses momentos de crise, busquemos forças para superar os traumas e recomeçar sempre que for necessário.


Ciclos assim, nos permitem superar dificuldades e desafios e se fortalecer a partir de situações adversas.
Veja bem, observou-se que a natureza, antes acometida de tantas intervenções humanas, que a prejudicou, exterminou, devastou, agora renasce de modo que, foi contemplado um céu mais limpo, sem o cinza da poluição, na maior metrópole do Brasil, que é São Paulo, os canais da cidade de Veneza, na Itália ressurgiram com muitos tons azuis e até com peixes, com a redução do movimento na orla de Pernambuco, 97 tartarugas-de-pente nasceram e puderam adentrar o mar em segurança.


Os impactos da crise certamente nos frustram e desmotivam, contudo nos oportuniza valorizar as pequenas vitórias e mudar o nosso olhar. Aliás, fazer com que olhemos ao nosso redor e reparemos no outro, na maneira como ignoramos um pedido de socorro, uma pausa para contemplarmos o quão Bom é Deus, que permite-nos viver. Alguns chamam de o poder da resiliência, até concordo sim com o conceito, mas eu diria o poder do arrependimento, do amor, da gratidão e da empatia. Um bom exercício para esse engrandecimento através das lições aprendidas no caos, é observar mais, ser mais atento às necessidades do outro, ao invés de somente às suas.

“Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com o bem (Romanos 12:21).”

Paz!
Aline Xavier!

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

CODEPENDÊNCIA NUNCA MAIS

Codependência, um transtorno emocional, inicialmente reconhecido entre familiares de dependentes químicos e alcoolistas, mas que cada vez mais vem se tornando um padrão de comportamento disfuncional, desenvolvido por pessoas em relações amorosas ou entre pais e filhos.

Codependência é a inabilidade de manter e nutrir relacionamentos saudáveis com os outros e consigo mesmo. É uma espécie de falso amor, cheio de angústias e culpas, que se manifesta de duas maneiras: intrometer-se em tudo que diz respeito à vida da outra pessoa de quem se é codependente e tomar para si suas responsabilidades.

O codependente desenvolve alguns padrões de comportamento, dentre eles: dificuldades de identificar o que está sentindo, desinteressa-se por suas necessidades e dedica-se inteiramente ao bem-estar do outros tem dificuldades em tomar decisões, julga-se severamente; nunca sendo ” bom o suficiente” espera aprovação dos outros com relação aos meus pensamentos, sentimentos e comportamento acima da sua própria aprovação sente-se como uma pessoa não amável, sem valor assume compromissos acima dos seus próprios valores e integridade para evitar rejeição ou raiva dos outros é extremamente leal e permanece muito tempo em situações prejudiciais considera as opiniões e sentimentos dos outros muito mais do que os seus próprios e tem medo de divergir de opiniões e sentimentos abre mão de seus próprios interesses e passatempos para fazer o que os outros querem acredita  que as outras pessoas são incapazes de tomarem conta da própria vida tenta convencer os outros de como eles ” deveriam pensar e como eles verdadeiramente se sentem” oferece aos outros livremente conselhos e direções sem ser questionado usa o sexo para ganhar aprovação e aceitação tem necessidade de ser necessário para se relacionar com os outros.

 A cura da codependência começa quando a pessoa reconhece, admite e aceita a doença, dando início a mudanças no seu modo de viver:
· Buscar sua verdadeira identidade
· Reconectar-se com seus sentimentos
· Conscientizar-se de suas necessidades
· Estabelecer limites, aprendendo a dizer “NÃO”
· Encontrar um espaço seguro – participar de um grupo de apoio
· Aprender a brincar e relaxar

Uma dica para todas as pessoas que vivem próximas de familiares e pessoas com problemas é concentrar-se nestes 3 “C”:
1. Você não CAUSOU o problema da outra pessoa.
2. Você não pode CONTROLAR essa pessoa.
3. Você não pode CURAR o problema.

E, principalmente, lembrar que foi criada por Deus como uma pessoa única, com sua própria individualidade, como um poema.
Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Tuas obras são maravilhosas! Salmo 139:14

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

VIVA A VIDA SEM ANSIEDADE| POR SÍRIA GIOVENARDI

Ansiedade é um dos grandes problemas de nossos tempos, junto com o estresse e a depressão.

Os valores da sociedade contemporânea — valorização do ter e do fazer, status, sucesso, poder, competição, consumismo desenfreado —  favorecem seu surgimento.
A ansiedade é um conjunto de sintomas relacionados a sentimentos de medo, tensão e perigo, acompanhado de sensações físicas desagradáveis, como, suor frio, falta de ar, coração disparado, boca seca, náusea, entre outros.

Diante de situações novas, desconhecidas ou que representam um desafio para nós, sentir ansiedade é normal. Quem já não sentiu um frio na barriga antes de fazer uma prova, ou no primeiro dia de um trabalho novo?

Mas quando ela se torna muito acentuada e fora de controle, nos enchendo de medos e preocupações que dificultam e paralisam nossa vida, é hora de buscar ajuda, pois, é nesta fase, que se instalam a depressão e as compulsões, formas que a nossa mente encontra de tentar lidar com a ansiedade que toma conta de nós.

Se este é seu caso, hoje, saiba que existe um Deus que se importa com você, deseja o melhor para você e tem o poder de aliviar essa ansiedade ou lhe dar forças para enfrentá-la e superá-la.

DICAS PARA CONTROLAR A ANSIEDADE

1. Exercício físico. Eleva a produção de serotonina, substância que aumenta a sensação de prazer.
2. Relaxamento. Hidroginástica, massagem, caminhadas ajudam a relaxar.
3. Controle da respiração. Para reduzir a respiração ofegante e a taquicardia, compasse a respiração e inspire lentamente pelo nariz, com a boca fechada. Ao inspirar estufe a barriga e não o peito. Depois, expire lentamente, expelindo o ar pela boca. Associar com técnicas de relaxamento.
4. Controle do pensamento. Substitua os pensamentos negativos e catastróficos por pensamentos agradáveis que dêem sensação de conforto e segurança; os pensamentos e as falas negativas intensificam a ansiedade.
5. Alimentação. Ingerir alimentos ricos em triptofano, como a banana e o chocolate; chás de passiflora, melissa, camomila e valeriana funcionam como sedativos suaves e podem ajudar no controle da ansiedade diária.
6. Ajuda. Admita o problema e que precisa de ajuda. Há quadros de ansiedade que precisam de suporte medicamentoso e psicológico.
7. Espiritualidade. Descubra o poder de Deus de restaurar sua sanidade e busque um relacionamento pessoal com Ele, deixando-O agir na sua vida.
8. Viver um dia de cada vez. Só podemos lidar com o dia de hoje. O de ontem já vivemos, não há mais o que fazer e o de amanhã, quando chegar, será hoje, novamente. Se aplicarmos o que é sugerido, estaremos, por assim dizer, cortando a vida em “pedacinhos mastigáveis”, o que irá tornar bem mais fácil nosso viver.

Publicado em Artigos | Deixe um comentário

MENTE

Ah mente!
Porque mentes?
Dizendo que não sou?
Que não vou?
Ou atrapalha
Com tanta informação,
Confusão  e distorção.
Um emaranhado de fios
Descampados sendo eletrocutado
Gerando pane ou insane?
Porque insiste em querer
Ser minha inimiga
Gerando tanta intrigas
Fake News de informações
Querendo roubar meu tempo
De apreciar cada momento
Das minhas emoções
Quanto tempo perdi
Sofrendo com suas ilusões
Mas hoje aprendi
Que você não me domina
Pois você foi criada
Assim como eu
E o nosso controle estava no automático
E passei a chave
Para quem assume de verdade
Hoje somos amigas
Vivendo um dia de cada vez Em plena liberdade

“Pois os meus pensamentos não são os pensamentos de vocês, nem os seus caminhos são os meus caminhos”, declara o Senhor.

“Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos e os meus pensamentos mais altos do que os seus pensamentos. Isaías 55: 8 e 9

Lendo esse texto o capítulo 54 também  pela bíblia a Mensagem.
Eles me trouxeram paz , alívio e descanso, por saber que Deus não pensa como eu penso, porque eu sofro de S.P.A ( síndrome do pensamento acelerado e Ele é Deus todo poderoso onisciente, onipresente e onipotente pensamento extremamente organizado.
Assim me conduzirá  a pensamentos certos e seguros, me dando confiança a enfrentar os meus pensamentos, organizando e me dando vida plena.
Para isso tenho plena convicção  das ferramentas que Ele usa para me ajudar nessa caminhada.

São elas:

  • O amor de Deus por mim e aceitando como sou. O amor Dele refletido em minha Família por mim.
  • A Sua palavra nas escrituras para que eu possa ouvir seus pensamentos sobre mim e direcionamentos.
  • A oração para que eu possa me expressar com ele expondo meu entendimento e clamar quando não aguento ou não entendo e celebrar quando venço.
  • Um profissional (terapeuta) para me ajudar a colocar meus pensamentos em ordem e entender melhor como eles funcionam.
  • A ferramenta da escrita terapêutica, expondo  o papel meus pensamentos, aliviando a bagagem da minha mente e gerando maturidade para enfrentá-los.

Oração: Grata Deus por tanto amor não  me sinto diferente mas me sinto especialmente criada para teu louvor.

Por Roberta Wadner

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

A MUDANÇA DEPENDE EXCLUSIVAMENTE DE VOCÊ! | POR ALINE XAVIER

Não adianta procurar culpados, responsáveis pelo o que acontece com a sua vida, pelos seus erros, pois tudo foi gerado a partir da sua decisão de permitir que terceiros interferissem na sua caminhada, como por exemplo, a insistência num relacionamento amoroso que não deu certo, num emprego que fracassou, num investimento que não deu certo, nas compras em excesso no seu cartão de crédito, dentre outros.

É claro que, em algumas situações existem causas que independem da nossa própria vontade, mas o que eu quero deixar claro aqui nesse texto, é quando nós nos damos desculpas para não mudarmos algo que a gente não gosta, não está feliz, e fica “justificando” como se isso amenizasse a culpa que sentimos e a frustração que exalamos quando nos deparamos com outras pessoas que conseguiram atingir seus objetivos, prosperaram em determinadas áreas, e nós não obtivemos os mesmos resultados.

Por isso não adianta dar conta da “grama do vizinho” porque se ela está verde, bem cuidada, e com vida, é porque ele, o dono, arregaçou as mangas a cuidou, aparou, aguou, adubou, de forma que ela correspondeu reduzindo a poluição, renovando o oxigênio, diminuindo o aquecimento, controlando a erosão do solo e atraindo pássaros, proporcionando um local confortável e seguro.

Se você quer que o “seu gramado” prospere, é necessário que ele esteja adequadamente suprido com todos os nutrientes minerais essenciais, para que possa ter um bom crescimento e manter a qualidade. Por isso, adube sua vida com hábitos saudáveis, como relacionar-se verdadeiramente com às pessoas, olhando nos olhos, interagindo fora das redes sociais, praticando esportes, alimentando-se com comida de verdade, lendo bons textos, praticando alguma atividade terapêutica, fazendo o que gosta, sendo agradecido, sobretudo pelas coisas simples e pequenas vitórias diárias.

Procure não absorver sentimentos ruins, que lhe causam desconforto, dor, incômodo. Livre-se de pessoas tóxicas, que não conseguem ficar sem reclamar de tudo e de todos.

Sobretudo, não se compare, pois assim como existem diferentes tipos de grama, cada gramado tem suas especificações e peculiaridades.

Descubra o que realmente lhe faz feliz e coloque em prática!

Saiba que tem pessoas que estão aguardando por você, para que façam do dia dela melhor, e consequentemente o seu também será, pois, amor dividido, acaba multiplicado e com ótimos resultados!

Desperte e ponha a mão na massa e não tenha mais desculpas para dizer que a grama do vizinho é mais verdade que a sua!

Existe um mundo de possibilidades que lhe aguardam, basta que você realmente se disponha, se proponha a começar e a permanecer, mesmo quando a chuva cair, quando houver pedras no caminho, ou quando você se deparar e ver que é você mesmo quem tem que fazer por você.

Companhia é importante, sim, é, mas você é sua melhor companhia, então passe a se conhecer melhor, afinal, é assim que conseguimos tomar as melhores decisões da nossa vida, quando sabemos o que nos move!

Levante-se e siga em frente! O que ficou para trás serve de combustível para alcançar outros resultados, novas pessoas, novo emprego, novos hábitos e uma vida com significado!

Por Aline Xavier

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

PALESTRA AS QUATRO ESTAÇÕES | INVERNO

“Enquanto durar a terra, haverá plantio e colheita, frio e calor, verão e inverno, dia e noite” (Gn 8:22 – NVT)

Na natureza, as estações demonstram o equilíbrio; mas, no que diz respeito às nossas vidas, elas apontam para o tempo de Deus e o seu processo de transformação e restauração da nossa jornada espiritual. As estações seguem um ciclo anual de aproximadamente três meses, cada; e isso acontece graças ao movimento de translação que a terra faz ao longo dos 365 dias do ano. Mas, quando o assunto é jornada espiritual; as transições são mais diversas porque elas atendem ao tempo e ao agir de Deus.

As mudanças são as formas que Deus encontrou de promover um equilíbrio. Ninguém aguentaria um ano inteiro de calor ou de frio. Ninguém suportaria um inverno tão tenebroso e longo; assim como não aguentaria um verão intenso e sem fim. É necessário que existam intervalos (primavera e verão) para trazer alento, descanso e equilíbrio.

Seja qual for a estação que estamos passando, precisamos confiar no nosso Poder Superior Jesus, pois seu poder é maior que a força dos ventos, sua presença traz beleza para a vida, o espírito aquece nossa alma e sua palavra trás luz para nosso caminhar.

Nosso Poder Superior Jesus é capaz de fazer inverno se tornar verão; nem todo fruto é para ser colhido na sua estação, têm flores que não nascem na primavera; é como a chuva no verão.

Inverno, reparo.

Caracterizado pelo frio e pelo vento forte que varre as folhas, a vida, a vaidade, a arrogância, a intolerância… nesta estação, as fontes nutritivas são mínimas e, por isso, é necessário buscar na base fundamental a força para evoluirmos.

Precisamos estocar o indispensável para os dias de inverno. Precisamos do nosso Poder Superior Jesus, de uma rede de apoio, de disciplina, autoconhecimento, alimento espiritual e outros itens…

Quando estamos mais preparados para o tempo frio do inverno, nos tornamos mais acolhedores, mais tolerantes, compreensivos, humildes e atentos ao que pode aquecer nossa alma: o calor humano, por exemplo.

É o tempo no qual temos a oportunidade de dar maior valor às coisas simples e essenciais que são tão rotineiras ao ponto de não conseguirmos reconhecer o seu valor. (pessoas, momentos, lembranças, objetos…).

Podemos até nos divertir na primavera e no verão, nos preparar no outono; mas a estação por meio da qual mais crescemos é o inverno. Porque é nele que nos encontramos mais intimamente conosco.

Não é difícil perceber a chegada do inverno; pois é o tempo das lutas, provações, dor, solidão, dos questionamentos, das crises existenciais. Nele ficamos mais retraídos, falamos menos, ficamos inertes diante das situações, fechados dentro de nós mesmos. No entanto, talvez o maior propósito dessa estação para nossa jornada de restauração seja quebrar a autossuficiência, a arrogância, o orgulho, o isolamento, entre outras características e partirmos para a dependência em nosso Poder Superior Jesus e a interdependência; a final, não é possível caminhar sozinho e se aquecer sozinho no inverno.

“Duas pessoas que se deitam juntas aquecem uma à outra. Mas como fazer para se aquecer sozinho?” (Ec 4:11 – NVT)

Precisamos tomar cuidado para não cairmos na letargia e nos perdemos num ciclo de hibernação solitária e sem sentido. No inverno, tudo fica mais exposto. As árvores, por exemplo, não têm nenhuma folha ou fruto, ficam despidas; e no que diz respeito à nossa vida, ficamos extremamente vulneráveis, expostos e frágeis; mas, é justamente nessa estação que nossas máscaras caem, nossas fachadas ruem e que temos a oportunidade de nos enxergarmos e mostrarmos como somos de verdade, com a finalidade de reparar os danos e ajustar o que for necessário.

No inverno as árvores parecem até que estão mortas; mas aquilo que parece a morte, acaba sendo indispensável para a preservação da sua vida. Assim também é com a vida, parece que não temos mais o que fazer nem para onde ir; entretanto, muitas vezes precisamos nos perder para nos encontrar.

E quando pensamos que chegou a morte; eis que as sementes começam a germinar, as árvores começam a florescer novamente e já não é mais inverno. A primavera está chegando…

Em qual estação você está?

Está preparado para a PRIMAVERA novamente?

O Segredo está na próxima!

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

Estações| Outono

“Enquanto durar a terra, haverá plantio e colheita, frio e calor, verão e inverno, dia e noite” (Gn 8:22 – NVT)

Na natureza, as estações demonstram o equilíbrio; mas, no que diz respeito às nossas vidas, elas apontam para o tempo de Deus e o seu processo de transformação e restauração da nossa jornada espiritual. As estações seguem um ciclo anual de aproximadamente três meses, cada; e isso acontece graças ao movimento de translação que a terra faz ao longo dos 365 dias do ano. Mas, quando o assunto é jornada espiritual; as transições são mais diversas porque elas atendem ao tempo e ao agir de Deus.

As mudanças são as formas que Deus encontrou de promover um equilíbrio. Ninguém aguentaria um ano inteiro de calor ou de frio. Ninguém suportaria um inverno tão tenebroso e longo; assim como não aguentaria um verão intenso e sem fim. É necessário que existam intervalos (primavera e verão) para trazer alento, descanso e equilíbrio.

Seja qual for a estação que estamos passando, precisamos confiar no nosso Poder Superior Jesus, pois seu poder é maior que a força dos ventos, sua presença traz beleza para a vida, o espírito aquece nossa alma e sua palavra trás luz para nosso caminhar.

Nosso Poder Superior Jesus é capaz de fazer inverno se tornar verão; nem todo fruto é para ser colhido na sua estação, têm flores que não nascem na primavera; é como a chuva no verão.

Verão, disparo.

Tempo de calor; onde os dias são mais claros e longos; onde as noites são mais curtas dando a possibilidade de recomeçar com mais rapidez.

Às vezes vivemos fases bem parecidas com o verão; onde o sol brilha mais forte, nos fazendo acreditar numa prosperidade, que ansiamos, seja eterna.

Tudo aquilo que foi planejado e esperado na primavera ganha um brilho novo; a visão é ampliada; os sonhos aquecidos e a força nos ajuda a resistir aos impactos dos fortes ventos da dor e do sofrimento.

Verão é tempo de…

  • Ousadia e passos decisivos;
  • Atitudes realistas;
  • Força e frutificação;
  • Estar do lado de fora;
  • Ir à luta;
  • Finalmente, conquistar a vitória;
  • Vida e luz;
  • Alegria, calor humano, beleza…
  • Almas aquecidas pelo sol;
  • Renovação de promessas;
  • Chuvas ocasionais para refrescar;
  • Força de vontade;
  • Pura alegria e leveza;
  • Lazer, férias, praia, viagens, diversão…

É a época em há mais luz; até aparecem chuvas, mas são passageiras e fazer muito mais bem do que mal. Trata-se de um tempo de frutificação; onde temos os amigos ao lado, onde as coisas vão bem. Dias são mais longos que a noite.

Trata-se também de um tempo onde podemos pegar mais leve no exercício da autoanálise, da autodescoberta e da vigilância. Importante lembra que os tempos de bonança não podem gerar em nós o descuido com nossa jornada de restauração.

Outro ponto que pode abalar um pouco o verão é o medo e a ansiedade da próxima estação; medo da mudança. A hipervigilância e o temor ao amanhã acabam nos impedindo de apreciar o tempo de alegria dessa estação.

“Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois amanhã trará sua próprias inquietações. Bastam para hoje os problemas deste dia.”
(Mt 6:34 – NVT)

Que nós possamos apreciar o sol e o lazer, recarregar as baterias sem, no entanto gastá-las com algo que ainda não aconteceu; que aprendamos a poupar as energias para o momento certo!

Em qual estação você está?

Está preparado para o OUTONO?

O Segredo está na próxima!

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

PALESTRA AS QUATRO ESTAÇÕES |VERÃO

“Enquanto durar a terra, haverá plantio e colheita, frio e calor, verão e inverno, dia e noite” (Gn 8:22 – NVT)

Na natureza, as estações demonstram o equilíbrio; mas, no que diz respeito às nossas vidas, elas apontam para o tempo de Deus e o seu processo de transformação e restauração da nossa jornada espiritual. As estações seguem um ciclo anual de aproximadamente três meses, cada; e isso acontece graças ao movimento de translação que a terra faz ao longo dos 365 dias do ano. Mas, quando o assunto é jornada espiritual; as transições são mais diversas porque elas atendem ao tempo e ao agir de Deus.

As mudanças são as formas que Deus encontrou de promover um equilíbrio. Ninguém aguentaria um ano inteiro de calor ou de frio. Ninguém suportaria um inverno tão tenebroso e longo; assim como não aguentaria um verão intenso e sem fim. É necessário que existam intervalos (primavera e verão) para trazer alento, descanso e equilíbrio.

Seja qual for a estação que estamos passando, precisamos confiar no nosso Poder Superior Jesus, pois seu poder é maior que a força dos ventos, sua presença traz beleza para a vida, o espírito aquece nossa alma e sua palavra trás luz para nosso caminhar.

Nosso Poder Superior Jesus é capaz de fazer inverno se tornar verão; nem todo fruto é para ser colhido na sua estação, têm flores que não nascem na primavera; é como a chuva no verão.

Verão, disparo.
Tempo de calor; onde os dias são mais claros e longos; onde as noites são mais curtas dando a possibilidade de recomeçar com mais rapidez.
Às vezes vivemos fases bem parecidas com o verão; onde o sol brilha mais forte, nos fazendo acreditar numa prosperidade, que ansiamos, seja eterna.
Tudo aquilo que foi planejado e esperado na primavera ganha um brilho novo; a visão é ampliada; os sonhos aquecidos e a força nos ajuda a resistir aos impactos dos fortes ventos da dor e do sofrimento.

Verão é tempo de…
 Ousadia e passos decisivos;
 Atitudes realistas;
 Força e frutificação;
 Estar do lado de fora;
 Ir à luta;
 Finalmente, conquistar a vitória;
 Vida e luz;
 Alegria, calor humano, beleza…
 Almas aquecidas pelo sol;
 Renovação de promessas;
 Chuvas ocasionais para refrescar;
 Força de vontade;
 Pura alegria e leveza;
 Lazer, férias, praia, viagens, diversão…

É a época em há mais luz; até aparecem chuvas, mas são passageiras e fazer muito mais bem do que mal. Trata-se de um tempo de frutificação; onde temos os amigos ao lado, onde as coisas vão bem. Dias são mais longos que a noite.

Trata-se também de um tempo onde podemos pegar mais leve no exercício da autoanálise, da autodescoberta e da vigilância. Importante lembra que os tempos de bonança não podem gerar em nós o descuido com nossa jornada de restauração.
Outro ponto que pode abalar um pouco o verão é o medo e a ansiedade da próxima estação; medo da mudança. A hipervigilância e o temor ao amanhã acabam nos impedindo de apreciar o tempo de alegria dessa estação.

“Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois amanhã trará suas próprias inquietações. Bastam para hoje os problemas deste dia.” (Mt 6:34 – NVT)

Que nós possamos apreciar o sol e o lazer, recarregar as baterias sem, no entanto, gastá-las com algo que ainda não aconteceu; que aprendamos a poupar as energias para o momento certo! Em qual estação você está?
Está preparado para o OUTONO?

O Segredo está na próxima!

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

PALESTRA AS QUATRO ESTAÇÕES| PRIMAVERA

“Enquanto durar a terra, haverá plantio e colheita, frio e calor, verão e inverno, dia e noite” (Gn 8:22 – NVT)

Na natureza, as estações demonstram o equilíbrio; mas, no que diz respeito às nossas vidas, elas apontam para o tempo de Deus e o seu processo de transformação e restauração da nossa jornada espiritual. As estações seguem um ciclo anual de aproximadamente três meses, cada; e isso acontece graças ao movimento de translação que a terra faz ao longo dos 365 dias do ano. Mas, quando o assunto é jornada espiritual; as transições são mais diversas porque elas atendem ao tempo e ao agir de Deus.

As mudanças são as formas que Deus encontrou de promover um equilíbrio. Ninguém aguentaria um ano inteiro de calor ou de frio. Ninguém suportaria um inverno tão tenebroso e longo; assim como não aguentaria um verão intenso e sem fim. É necessário que existam intervalos (primavera e verão) para trazer alento, descanso e equilíbrio.

Seja qual for a estação que estamos passando, precisamos confiar no nosso Poder Superior Jesus, pois seu poder é maior que a força dos ventos, sua presença traz beleza para a vida, o espírito aquece nossa alma e sua palavra trás luz para nosso caminhar.

Nosso Poder Superior Jesus é capaz de fazer inverno se tornar verão; nem todo fruto é para ser colhido na sua estação, têm flores que não nascem na primavera; é como a chuva no verão.

Primavera, preparo.
O termo primavera significa “princípio de boa estação”.
 A temperatura nem é alta, nem é baixa
 É a época em que os animais se reproduzem e fazem seus ninhos.
 Estação das flores
 Traduz sentimento de esperança
 O que parecia morto rejuvenesce

Em nossa existência, trata-se do tempo de florescer, dar frutos, de glória, de força, de juventude, de cantar, saltitar, de alegria e de gozo.
“Meu amado me disse: „levante-se, minha querida! Venha comigo, minha bela! Veja, o inverno acabou e as chuvas passaram, as flores estão brotando; chegou a época das canções, e o arrulhar das pombas enche o ar. As figueiras começam a dar frutos, e as videiras perfumadas florescem. Levante-se, minha querida! Venha comigo, minha bela!” (Ct 2:10-13 – NVT)

Primavera é tempo de:
 Sair das prisões interiores e da clausura;
 Ver as cores da vida;
 Fazer planos;
 Amar e viver;
 Sorrir facilmente, de ser contaminado com a energia da alegria;
 Ser espontâneo;
 Renovar os ânimos;
 Harmonia e esperança;
 Ganhar foco e sentido;
 Bênçãos, prosperidade e encher o coração de fé;
 Crescer e avançar;
 Deus nos dá descanso, paz, graça e brilho nos olhos;
 Menos prova;
 Colher os frutos do inverno;
 Conhecer a vitória sobre as adversidades da vida;
 Olharmos para trás e para as outras estações e nos alegrarmos pelos frutos.

Ao se aproximar o VERÃO, estamos revitalizados e prontos para o “DISPARO”.
É uma estação boa, mas, precisamos, ter o cuidado de não nos esquecermos de Deus e das pessoas que estiveram ao nosso lado, nos auxiliando, em nossa jornada até aqui.

Enquanto a PRIMAVERA acontecer, aproveitemos o máximo possível a vitória, que nós possamos sair, nos divertir, sermos testemunhos da vitória sobre o inverno; assim, poderemos ajudar outras pessoas em suas jornadas pessoais.
Em qual estação você está? Está preparado para o VERÃO?

Por Gleici Nobre

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

UM NOVO ANO

Nesta época do ano, é costume receber e desejar votos de feliz ano novo.

Às vezes, explicamos o que é um feliz ano novo, acrescentando: próspero, cheio de saúde, paz, alegria, realizações.

Mas, como que esses desejos se tornam realidade? É só buscar que a gente encontra?

Ou temos que conquistar, alcançar, fazer acontecer na marra? Depende de nós? Depende do nosso esforço?

Ou alguém vai nos dar porque merecemos e os outros tem a obrigação de nos fazer felizes?

E o que fazer com as frustrações, fracassos, decepções, derrotas, erros, perdas, frustrações, os quais com certeza irão acontecer neste “feliz ano novo”?

A verdade é que um feliz ano novo só teremos em Nosso Poder Superior Jesus Cristo. Ele é o provedor de todas as coisas. Ele é a nossa fonte de segurança, serenidade e contentamento, até mesmo quando as circunstâncias forem ruins.

É Ele que promove a restauração de nossos traumas, vícios e maus hábitos.

Uma vida plena, abundante, que satisfaz só teremos, se confiarmos e obedecermos ao Seu plano para nossa vida.

Permaneçam em mim, e eu permanecerei em vocês. Nenhum ramo pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Vocês também não podem dar fruto, se não permanecerem em mim

Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dará muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma. João 15:4-5

Nesta perspectiva, podemos, então, dizer Feliz Ano Novo!

CONVITE PARA A SÉRIE DE PALESTRAS

Esta palestra faz parte da programação de Janeiro do Celebrando Restauração, um programa de apoio para pessoas que desejam superar seus traumas, vícios e maus hábitos.

Publicado em Noticias | Deixe um comentário